sexta-feira, 24 de abril de 2009

ORIGINAL




O acesso é rápido e fácil.
O M vai identificar que carro é este aí ao lado....pela côr é ingles.

20 comentários:

Migdonio disse...

A preocupação com os detalhes nesse carro é impressionante. Esse vinco de existe sobre os arcos das rodas nos paralamas é o máximo!

guilhermedicin@hotmail.com disse...

Tenho certeza de que muita gente preferiria uma releitura do Asa à um Mercedes desses modernosos.

Abraço,

Francisco J.Pellegrino disse...

Já que um original é dificil de adquirir eu ficaria com a releitura e deixaria os modernosos de lado, tb.

M disse...

Nada se cria, tudo se copia.
O "vinco" é criação da Carrocerias Touring, desde os anos 40...
Por sinal, este carro é cópia da Alfa-Romeo Villa D'Este.
Quem já andou na MB pode dizer: É um cachorro. Claustrofóbica, ergonomicamente errada, esquenta dentro, ruim de chão. Só tem fama.
Não é dificil de adquirir, dificil é pagar...

Sou mais a Alfa-Romeo ao lado. Apesar de verde "ingrêis", é nascida na Via Gattamelata.

Francisco J.Pellegrino disse...

Este M é uma "encicropedia". Esta Mercedes tem muita fama, tentei me acomodar em uma.. é muito dificil para um cara de 1,80 m...mas é um crássico.Mas vc não falou qual é a Alfa ao lado.

M disse...

Tá abusando...
É uma Giulieta Sprint Speciale 1957, disegno Scaglione.

Francisco J.Pellegrino disse...

Agora sim....10 nota 10

Pé de Chumbo disse...

Scaglione?
Parente do ex presidente da federação?






olha....

Francisco J.Pellegrino disse...

Hj o M tá calmo, sexta feira....tempo maravilhoso em Sampa, dá para sair de madruga passeando......na garoa.

Ron Groo disse...

Li numa revista Automoveis Antigos (AA) que o modelo de corrida é claustrofóbico. Não tem janelas e é um calou terrivel dentro.
Mas não deixa de ser um carro lindo.
Quando digo que não tem janelas, digo que não abrem... O vidros tem..

Francisco J.Pellegrino disse...

Em Interlagos entrei dentro de uma destas...como vcs disseram é claustrofóbica....muito quente..agora quanto ao chão dela não posso dizer nada...mas um projeto dos anos 50 não se pode esperar muita coisa...comparando ao que temos hoje nos esportivos de fábrica.

M disse...

Isto não é desculpa ! A suspensão traseira da MB é de semi-eixos oscilantes, igual ao Fusca. Um carro deste porte merecia ter suspensão realmente independente, como já o tinham outros esportivos da época.
É o que já afirmava Sir Stirling Moss.

Luís Augusto disse...

Ok, é cheio de falhas de projeto, mas que é linda, ah, isso é. Aqui em BH tem várias (a maioria roadsters) que sempre vão rodando para os encontros no Alphaville, um show.

M disse...

Das "várias" roadsters que vc vê por aí, na sua maioria são 190 SL,
que é um pouco menor, e por sinal, muito mais equilibrada nas linhas.

Luís Augusto disse...

Né não, só tem duas 190 SL por aqui, derivadas da Ponton, a maioria é 300 SL mesmo, sabichão.

M disse...

"Derivadas" da Ponton ?
Sei, sei...
Praticamente o mesmo carro...

Luís Augusto disse...

É a mesma plataforma, uai.

roberto zullino disse...

Esses carros têm lá seus problemas, mas são interessantes e desempenharam bem.
Uma quase standard ganhou a Mille Miglia de 1955 com o John Fitch, o mesmo que inventou aquelas barreiras absorvedoras que se usa nos ovais americanos. Chegou em primeiro na categoria e o Moss chegou em primeiro na geral com a 300Slr de oito cilindros, outro carro portanto.
Também esteve envolvida no acidente de Mike Howthorne que estava tirando um racha na estrada dirigindo um Jaguar Mark II e se não me engano o Rob Walker de Mercedes 300 SL.

Francisco J.Pellegrino disse...

Luis vc percebeu que ele está calmo? a medicação parece ter surtido efeito

roberto zullino disse...

Posso até vestir a carapuça, mas eu sou calmíssimo, mesmo sem os "remedinhos", quem é encrenqueiro é o M que é má influência e fica me instigando para entrar nas encrencas dele.