domingo, 2 de agosto de 2009

III ABC Old Car I


Domingo de sol...passeio e o Camaro em boa companhia....

20 comentários:

M disse...

A Veraneio GT saiu da toca ????
Dei mancada, virei casaca !
Depois de trocentos anos, fui a Interlagos !
Deu pra divertir, ver algum pessoal das antigas, ouvir e contar algumas mentiras !
Junto com o Toninho de Souza, relembramos as aventuras de Inglaterra em 73/74, que o Joca não conhecia e babou !!!
Depois mais uma sessão-lorotas com o Ferreirinha e Minelli.
Almoçamos com o Toni Bianco (tudo no peito by Itaipava, cortezia do DeSouza) e rolou mais papo, com muito môfo e bolor.
Tem um locutor-pentelho que precisa se banido. O animal fica berrando besteiras, e ainda é metido a engraçadinho.
Mas dei um jeito no cara: Deliguei a caixa de som !
A quantidade de Ferraris, Porsches Lambos, Lotus, Maserattis, Corvettes e coisas estranhas dos "riquinhos" é de humilhar.
Esperei a largada dos 500 km, ví as primeiras 10 voltas e depois "si-mandei-me" !
O Serrinha tomou a ponta com a Ferrari, com o Max Wilson no rabo dele. Em 3 voltas passou e foi embora ! O Moro, com setup de corrida, já caiu para 4o. na primeira volta.
Eduardo passeando em 5o. com o GT40. O resto fazendo figuração.
Deu para divertir !

Francisco J.Pellegrino disse...

Sim, obtive alforria, voltei lá no encontro, não fiquei muito tempo, fui aproveitar o sol, os 500 Km eram meu alvo, mas não tem jeito, aí é querer felicidade completa...Aquele locutor é chato demais....cansativo, as oreia num guentam, não tem ninguem transmitindo esta corrida...é uma pena. A minha vontade era estar lá nas arquibancadas em plena reta, assistindo a corrida, fazendo um churrasco e tomando umas brejas...ao estilo gaucho de assistir corridas...NÃO DEIXAM MAIS, AFUGENTAM O ESPECTADOR..E O ANÃO SOCIALISTA NÃO ESCREVE NADA NO BLOG DELE SOBRE O ASSUNTO.O que custa para estas bestas abrir o portão 7 e permitir a entrada dos carros...a gente estacionava lá no alto, assistia a corrida sossegados e tinha platéia nas arquibancadas....MUQUIRANICE, GENTE MISERÁVEL...PENSAMENTO PEQUENO DESTE ANÃO QUE DIRIGE INTERLAGOS...o autodromo fica com ar europeu quando tem um Tracking Day...vc conhece bem deste assunto, aqui ainda são AMADORES...vamos escrever um post sobre o assunto.Vou pedir ajuda ao jornalista R.Zullino ele é bom de pena.

M disse...

Hoje era porteira aberta !
Mas tinha mais gente no box do que nas arquibancadas.

roberto zullino disse...

Fui ontem, estava um marasmo. Não conte comigo apra defender povo, pobre é muito exigente, não paga nada e quer tudo.
Os caras não podem cobrar porque alugam a pista por 10% do valor e se cobrarem a prefeitura cai em cima.
Pode stacionar na rua que ninguém rouba a Veraneio GT.

Buonanno disse...

Gosto de ir a Interlagos. Meu irmão, já falecido, dizia que eu queria ir até em corrida de patinetes e é verdade.

Mas o locutor realmente é impressionante. Eu acho que é uma tática para afugentar o público. Só pode ser . hehehehe

M disse...

O pior é "trilha sonora" do mala !
E o palerma não para 1 minuto !
Mas eu desliguei a caixa de som e aí pudemos conversar na calma.
O Saloma e o Joca rolaram de dar risadas !!!!

Anônimo disse...

Com licença ao proprietário do ótimo blog.

É engraçado como muitos adoram se sentir mais do que o povo e necessitam inclusive afirmar isto, acho que o problema é psicológico.
Afinal, ser um pedreiro de luxo e andar de fusca melhorado realmente deve ser frustrante. É o típico cabra que sempre quis ser algo mas nunca conseguiu. Pode até ter ralado, esforçado-se, porém permaneceu na pior das posições, aquela em que se está próximo de ter o desejado mais nunca consegue, o famoso meio termo metido à besta.

Pé de Chumbo disse...

Tenho a impressão que o comentário do "anonimo" aí foi uma réplica pro Zullino...
Mas sou obrigado, por consciencia, a concordar com o... anonimo!
Um autodromo sem infra nenhuma para o publico, que paga pra ficar no barreiro, enquanto os "privilegiados" são recebidos em padocks com todo conforto, não demonstra interesse nenhum em incentivar um esporte onde o Brasil tem expoentes campeões mundiais.
Será que não dá pra melhorar isso não?
Que seja pelo poder público, liberando para os empreendedores particulares oferecem mais conforto? Mais serviços? Isso poderia ser um enorme shopping, mas parece que ninguém acredita nisso...

M disse...

Pé,
Desista !
Nisto o braZil só anda prá trás...

Francisco J.Pellegrino disse...

Eu gosto dos Tracking Days, nas Mil Milhas, nos 500 Km a gente fazia a churrascada sossegados, pagavamos ingresso, nunca entrei de graça nestas provas, desde 1969 que eu e alguns amigos vamos lá assistir as provas....infelizmente não queira encher autodromo em provas como esta....as pessoas não vão, não tem publico para provas de longa duração...os atrativos são para pessoas entendidas do assunto....ARRANCADA QUE É UMA COISA DE DOMINIO PUBLICO ENCHE O AUTODROMO E NINGUÉM FALA DO ASSUNTO, QUANDO FALAM É PARA CRITICAR......ARRANCADA DÁ MAIS EMPREGO QUE OFICINA COMUM DE CORRIDAS....CONHEÇO ALGUMA COISA DO ASSUNTO...aqui na rua de casa tem a oficina que prepara os motores da Copa Clio....domingo passado em Londrina tinha 12 carros no grid.....fala sério.Anônimo seja bem vindo, a opinião não é do proprietário do blog...respeito a opinião de todos.

Ron Groo disse...

E vida boa...

Joel Marcos Cesetti disse...

É Francisco eram bons tempos mesmo, vocês lembraram bem.
Só fui a tarde no evento para buscar o fusca 77, nos desencontramos novamente.

abs

Francisco J.Pellegrino disse...

Falando em ingressos: AUTODROMO ENCHE COM STOCK CAR, FÓRMULA TRUCK nas duas os ingressos são comprados e distribuidos pelos patrocinadores..custo zero para os "pobres". A Fórmula Um vc paga preço alto, enche o autodromo pq a maioria que lá está "conhece" um pouco do assunto, tem ótima divulgação, um campeonato organizado e outras finesses.......nas Mil Milhas em que tivemos os Peugeots HDi e outros bons protótipos COMPREI antecipadamente os ingressos pagamos R$ 80,00 cada um e no dia estavam vendendo a R$ 10,00 por falta de publico, dificil né! Aí vc me chamará de trouxa e outros adjetivos pois antecipei a compra....AS ARQUIBANCADAS NAQUELE ANO ESTAVAM VAZIAS, o sr. Antonio Hermann deu um tiro no pé....os caras da FIA olharam as arquibancadas e nunca mais querem voltar para o Brasil...Nos anos 60/70 frequentei demais, sempre paguei para ver corridas veja fotos da MIL MILHAS DE 1970 e olhe aas arquibancadas....NÃO VOU DIZER MAIS NADA...

M disse...

É, Chicão !
Trate mesmo de ficar quieto !
Enquanto isto, nos autódromos dos USA, sai neguinho pelo ladrão...

roberto zullino disse...

Não acho que anonimo que não se identifica mereça resposta, mas já que vocês estão falando e pensando bobagens e besteiras é melhor esclarecer.
Não tenho e nunca tive privilégio algum, muito ao contrário, sempre paguei e paguei caro para correr.
No meu post já dei uma dica, o aluguel do autódromo e a não cobrança de ingressos, mas parece que fui entendido como arrogante, o que é verdade, mas não nesse caso.
O que também não quer dizer que esteja contente com a situação. Nunca estive e deixei isso claro na época que escrevia minhas colunas em um site de automobilismo.
No entanto, há uma realidade que vocês ignoram e por isso não entendem o sistema e a rationale do mesmo.
O sistema não é baseado em público, esse que se foda, quanto menos gente aparecer melhor. Ainda mais que a maioria participante é de milionários que nem querem que alguém saiba que estão lá.
A base de arrecadação é a venda de carteirinhas e inscrições, os palhaços que pagam a conta do circo, não o público. Nisso se baseia o custeio da coisa. Na realidade foi montado um plano de aposentadoria dos veinhos que acabam vivendo disso.
Tudo é ligado, analisem os sobrenomes dos diretores de prova, dos diretores da federação e irão ver que o resgate, os serviços são todos de parentes ou afins.
Os véinhos não acreditam em marketing de espécie alguma, estão contentes como está. Estão todos ganhando os caraminguás deles e contentes.
Público só encheria o saco e ainda daria motivo para a Prefeitura ou outros quererem ver as contas e dar palpites. Fora o interesse de terceiros que poderia despertar. O negócio é deixar assim mesmo que ninguém quer se meter, não é atrativo.
O que se pode argumentar é que o horizonte deles é baixo, poderiam alavancar uma enorme grana, afinal, uma etapa do paulista tem pelo menos uns 4 milhões de reais em carros literalmente para serem queimados. Quase nenhum espetáculo teatral ou circense tem um investimento desses. Evidentemente, só isso já seria um indicativo que dá para alavancar muito nessa atividade. Vide o que acontece nos outros países onde isso é um big business. Mas para big business precisa de caras competentes.
Não tenho a menor crítica aos véinhos no que tange à organização das corridas, funciona tudo, tudo é no horário, tem segurança, tem regulamento e fiscalização. Só falta marketing.
No caso de corridas da Fia e Stock a situação é diferente, baseiam-se no aporte de empresas que acabam dando os ingressos de presente. O Herman achou que empresas iriam aptrocinar as MM e não vi sinceramente uma montagem séria para vender ingressos. Tanto não fez que não vendeu e no final deu quase de presente para ver se enchia.
Estou com o M e já desisti, não me meto mais nessa história a não ser ir ao autódromo e me divertir.
Por último, já avisei muita gente de que a moleza vai acabar. Esse negócio de ficar usando patrimônio público para meia dúzia de endinheirados se divertirem irá provocar reação, principalmente porque não haverá uma população que defenda o uso do autódromo como pista de corrida. Aquilo virará um parque até com edifícios de apartamentos. Como a população pode defender algo que nunca viu?
Por último, estão falando na restauração do antigo circuito. Sou a favor da restauração, mas outro dia tive a pachorra de ir olhar a antiga curva 3, o bacião. A curva está lá, mas existe um prédio de uns 14 andares de apartamentos de classe média. Um carro saindo entra no terceiro andar fácil, fora o barulho, pois o antigo circuito é mais lindeiro ao bairro. Mais uma razão para transformar a coisa em parque ou desenvolvimento imobiliário. O uso atual não se justifica.
Entenderam porque o carro fica fora? Porque as acoodações são uma merda? Porque não tem público? Não é para ter público.

M disse...

Pois eu vou construir um autódromo lá em Jarinu, só para mim e meus convidados !
Vou trazer a Fórmula Indy, mais o Shummy, o Barrica e o Valentino Rossi.
E vou proibir a entrada do Maloqueiro, do Zullino, do FG, do Max-chicotinho e do Sarney !
Eu convidaria o anônimo, mas com não sabemos quem é, tb vai ficar de fora....

Francisco J.Pellegrino disse...

Zullino, nem me passou pela cabeça querer achar que vc tenha sido arrogante, o que escreví é mais ou menos o que vc escrevou com outras palavras e no mesmo sentido....no passado a situação era a mesma, somente os endinheirados desfrutavam de Interlagos....NÃO MUDOU ABSOLUTAMENTE NADA....os mesmos "tiozinhos" e "sobrinhos" continuam dando as ordens no terreiro....alô, alô seu Chacrinha velho palhaço, alô, alô Terezinha aquele abraço.....o ZULLINO TEM RAZÃO, SEREMOS RADICAIS, NÃO ME DEFENDEREI MAIS....OS POBRES QUE SE DEFENDAM.....

GP Oficina Mecânica disse...

É os comentários sairam bastante do assunto do post, mas...

Fui tambem a interlagos no domingo, meu puma estava exposto junto com os carros da categoria que eu ando (Copa Classicos de Competição) atras dos boxes. Acho que todos que foram tiveram a mesma sensação, do locutor chato e do autódromo vazio, como sempre...

De certa forma tudo o que foi falado esta certo, porem em anos que acompanho corridas em interlagos, foi a primeira vez que vi uma luz das coisas começarem a funcionar...

O pessoal da Copa Classicos de Competição (Classic Light), não é um pessoal tão bem de grana assim, como eu, e pela primeira vez vi a organização se dobrar a aceitar uma categoria com o valor de inscrição e carteira de piloto mais em conta. O resultado até agora esta apenas prometendo, mas parece que está dando resultados.

No briefing da ultima etapa, fim de semana passado, foi dito que a FASP finalmente está querendo ter pubico nos autódromos (nao sei até onde é verdade), e está em uma campanha para resgatar o automobilismo paulista e o circuito antigo.

Encurtando o papo, a Copa Classicos de Competição está indo de vento em polpa, com expectativa de um grid de 16 carros para a sua 3º etapa e com pilotos que não fazem parte dos tais endinheirados que sempre bancaram o autódromo...

Talvez tudo dê certo... quem sabe!

Carlos Eduardo Szépkúthy

Francisco J.Pellegrino disse...

Carlos, quem sabe estamos vendo a luz no fim do tunel.....é dificil acreditar, com o comando que temos atualmente....mas vamos dar um voto de confiança e aguardarmos os acontecimentos.....O Puma ficou nota 10.

M disse...

Saindo de Interlagos passei pelo Puma do Carlos na Marginal, em 3a. e sem usar o Kers.
O Mixirica é tá um foguete !
Hahahahahahhh...