quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

PORSCHE 356


Fazia um bom tempo que eu andava com vontade de postar este carro aqui no blog....não sei se podemos definí-lo com um legitimo RAT ROD GERMÂNICO....as laterais internas das portas revestidas com sacaria de café colombiano processado em Bremen, descafeínado. Gostei do espelho e do farol...ontem a noite num programa daqueles que se repetem à exaustão no Discovery Turbo, o construtor de uma pick up rat rod utilizou lona de barraca do exército americano nas laterais das portas....

23 comentários:

M disse...

Prefiro o rat pintado e sem o caça-mulata. O espelho é um Talbot.
Dos forros das portas, não vou nem falar...

Rui Amaral Jr disse...

Não gosto...

Mauricio Morais disse...

Sabe Chicão, os caras nunca sabem a hora de para. Acho que Rat Rod fica legal em carro velho e de produção em massa, carrinhos que não tem carisma por si só. Seria um plus para torná-lo engraçadinho.

Fazer a mesma coisa com um clássico como um Porsche ou Ferrari chega a ser um pecado. Esses não são qualquer carro. Eles tem um charme e um valor próprio que dispensa esse tipo de artifício.

Paulo Levi disse...

Coisa mais escombrosa. O dono deve ser um cara sujo, fedido e com bafo de onça.

Nikollas disse...

Eu gosto, e muito. A pátina do tempo nos carros me atrai profundamente! Para cado auto deste estilo, existem zilhões por aí impecáveis, assépticos, planejados e pensados em todos os detalhes ao extremo, se pretendem perfeitos. O recado que essa cultura manda é simples: eu me divirto mais que você, com menos dinheiro e sem as suas neuras, viu? E com isso o cenário fica mais rico, plural e democrático. Sobre a porta, sim, um recurso para outros carros. Melhor seria uma placa de Authoban, perfurada por tiros de uma Luger e com algo do tipo "velocidade livre" escrito. ;)

Belair disse...

Não sou fanático por essas coisas,mas nesse caso(esse carro),estou com o Nik.
E Paulo, o cara não deve ser TÃO sujismundo assim,rsrsrs...É só reparar no capricho da fixação da saca na lateral de porta e o estado geral do interior pra perceber que não é bem assim.
E tambem acho que o fundo da foto foi bem escolhido.
O espírito ordeiro dos "alemão" tem que ser contrariado de vez em quando.É legal isso,não?
Ah!e achei a ideia da placa de Autobahn genial tambem,hahahaah.

Paulo Levi disse...

Ah, já entendi... é mais ou menos como aquele pessoal que pega um jeans da Diesel ou da Abercrombie e mete a tesoura pra deixar com uma aparência calculadamente esfarrapada. Fashion statement é isso aí.

M disse...

Ocêis tão tudo xarope...
Tem uma Kombi-rati-rode como vcs gostam parada aqui na esquina de casa ! O noruegueis-beiçola mora drento e faiz carreto...

Belair disse...

Rsrsrssr ,não sou chegado em calças esfarrapadas,por isso não pensei nesses termos.
Não vejo isso como fashion statement,aliás iniciei dizendo que não era fanático,mas de vez em quando dá pra economizar uns trocados e ainda andar num carrinho "diferente".
E não creio que a Kombi do vizinho do M se enquadra nessa categoria,hahaha.

Paulo Levi disse...

Belair, com o que esse cara já gastou de durepoxi e/ou massa plástica, dava pra pagar uma pintura decente...rs.

Francisco J.Pellegrino disse...

Tô pensando sériamente em transformar minha barata em um rat roda conversível...hj comecei a cortar a MDF para as laterais dela, incentivado pelo que ví ontem a noite na TV, a idéia do PL de jeans é atraente,meio rasgadinho,debulhado, nada de Chevette Jeans que é politicamente correto, vou tentar combinar algo com o couro bordeaux já existente nos bancos...

Nikollas disse...

Paulo, você têm TODA razão, é como o caso dos jeans de luxo sim. Por que afinal aqui é um Porche, claro! Agora, o contraste que o BelAir muito bem definiu, fica mais acentuado quando, com bom gosto, inteligência e, mais importante, LIMITE, se faz sobre carros que não têm valor algum. Um Ford é o lugar comum, mas a garotada têm experimentado coisas interessantes em Fuscas e outras coisas. E cada vez com menos exagero, um toque aqui outro ali e se compõe a cena. Eu por exemplo, vou deixar os cromos do Ford caírem todos. Se me perguntarem é estilo, eu respondo! Mas na verdade é que a Phoenix me cobrou 10 contos pra cromar tudo! Percebeu de onde vêm a coisa? Dos bolsos rasos! KKKKKKKKKK!!!!!

Ron Groo disse...

Bom, tem sempre quem goste, vai entender...

Nikollas disse...

Entender o quê? Que as pessoas podem pensar diferente? Achei que isso vinha no manual da fábrica.

Francisco J.Pellegrino disse...

Fui até o "CHOPPings" aqui perto de casa...não tem nenhum tecido que nos agradou...

Joel Gayeski disse...

Já diria Humberto Gessinger:
"Não vou viver pra sempre nem morrer a toda hora/como rsgos pré-fabricados/num novo-velho blue jeans"
Estilo rat é isso aí, um troço falso que nem nota de 3 pila.
Sou mais o carro com marcas deuso, algumas batidinhas, pintura gasta e um que outro desalinho, ferrugem, JAMAIS.
Nem um Lada velho merece isso.

Nikollas disse...

Lada, Humberto Gessinger e kustom kulture? Agora eu boiei.

Belair disse...

Esse rendeu hein Chicao?
Gostei da conversa.

Francisco J.Pellegrino disse...

Belair, de vez em quando se emplaca um assunto interessante..eu fico contente demais que os amigos opinem e a gente se diverte...sem o Zullino !

F250GTO disse...

Uma coisa é a patina do tempo, normal, desgaste causado pelos varios anos de uso do carro.
Mas essa coisa de ratiródi aí, é fabricada, falsa, falsificada.
Criada por algum durango kid, que sem grana para restaurar o carro inventou esse lixo.
Sem contar que dá um trabalho danado, segurar as ferrugens, os podres, as porcarias que o cara faz no carro.
Porque se deixar comer solto, em aguns anos não sobra nem o chaveiro do carro.
Romeu.

Joel Gayeski disse...

Nik, eu lembrei da música, não pensei num sentido lógico.

De qualquer forma, quero dizer que um carro não merece ser apodrecido de propósito.

F250GTO disse...

Desta vez concordamos, né Gayeski?
Romeu

Joel Gayeski disse...

Verdade Romeu!